Observação de Aves, Meditação e Caminho Interior

Enfim, de volta ao lar doce lar! Desta vez a passagem por Sampa foi muito gostosa. Estive no Avistar, um dos momentos que mais espero no ano e que está cada vez mais lindo e florido! Tenho a impressão que só aumenta e que fica cada vez melhor.

Este ano falei sobre um tema novo, inclusive para mim. Já faz algum tempo que durante minhas meditações e rituais tenho sentido em meu coração que devo de alguma forma unir grandes paixões: a observação de aves, meditação e a jornada interior. Nos últimos anos essas têm sido as minhas maiores motivações e que me trazem muita alegria de viver, muitas descobertas e transformações. No entanto, eu não tinha a menor ideia de como unir tudo isso e até cheguei a pensar que estava maluca.

Mas, neste ano foi diferente, resolvi perguntar ao Guto o que ele achava da ideia de uma palestra apresentando esta combinação. E para minha surpresa e alegria ele me deu um verdadeiro empurrão! rs

Empurrão esse que me deu confiança para seguir a voz do coração e ir em frente. Foi quando comecei a formatar a minha apresentação e que me dei conta de que não estava ficando maluca. A observação de aves tem sim tudo a ver com meditação e caminho interior.

13254173_10206302249615216_4040094288228064882_n
Apresentação durante o Avistar Brasil – 2016                                                Imagem: Tietta Pivatto

Afinal, observar aves é muito além de um hobby ou de uma atividade turística, é um estilo de vida! Quando dizemos que fomos picados pelo bichinho da observação de aves e que não tem volta, esse bichinho é o amor que desperta em nosso coração, que traz aquela vontade de estar por aí observando aves. As aves são o nosso elo com a natureza, elas nos levam para a comunhão com o mundo natural, nos reenergizam. É um verdadeiro revigorante!

observação e meditaçao

Pensando sobre todas essas sensações e emoções de quando estamos passarinhando, constatei que observar aves é meditar! Quando estamos observando aves já estamos meditando. Aquela sensação de que o tempo parou e que só existe você, as aves e mais nada. Aquelas quatro horas que parecem 30 minutos, tudo isso é estar no momento presente, com foco e atenção plena. E essa sensação é a mesma da meditação. Então, mesmo aqueles que se dizem muito agitados e que nunca conseguiriam meditar, já estão meditando enquanto observam aves.

Os pensamentos até vem enquanto estamos em campo, mas a nossa atenção está no presente, não nos identificamos com eles, não os alimentamos, então os pensamentos ficam indo e vindo. É um belo momento para nos observarmos e aproveitarmos o que cada momento nos reserva e levar isso para a nossa vida cotidiana.

Quando nos observamos conseguimos manter a calma e apreciar o momento, sem se identificar com a frustração por não ter visto uma espécie, por não ter conseguido fotografar e etc. Quando entramos neste estado meditativo estamos em um momento de paz, onde conseguimos contemplar o que se apresenta a nós em cada momento. Ás vezes, não conseguimos ver aquela espécie rara que gostaríamos, mas conseguimos ver um sabiá alimentando seu filhote, um pica-pau cavando seu ninho, um bando de periquitos fazendo aquela algazarra na copa de uma árvore qualquer, estamos livres, abertos para o que o dia tiver para nos oferecer, sem coisas pré-determinadas e frustrações.

bico de veludo

E é neste momento que nos sentimos em pura conexão com a natureza, como muitas pessoas dizem, passamos por um momento de despertar e enxergamos todo o universo que existe além do ser humano. Como todos sabemos, o contato com a natureza é extremamente benéfico. Aumenta a criatividade, nos tranquiliza, ficamos mais felizes e consequentemente nos sentimos parte do todo e  mudamos até o nosso modo de vida para atuar em prol da conservação.

Por isso, a observação de aves tem um grande poder curativo. Cura de depressão, ansiedade, frustrações e muito mais. Ela nos leva pro agora, que é tudo que existe, ela nos traz paz e alegria de viver. Além disso, nos move para servir! Servir a natureza! E assim vamos nos conectando cada vez mais com o nosso interior e com os nossos propósitos, passando do campo do sentimento e das ideias para a ação.

Para se aprofundar mais nessa proposta de observação de aves, meditação e auto-conhecimento, no segundo semestre vamos iniciar alguns retiros de observação de aves mais voltados a contemplação e auto-conhecimento com diversas atividades para resgatarmos a nossa verdadeira essência e aprendermos a lidar com as nossas emoções. Os retiros inicialmente acontecerão na Serra do Caparaó – ES.

Esse foi um olhar um pouco diferente sobre a observação de aves e que a maioria de nós já pratica. Convido todos a desfrutar deste momento tão magnífico de comunhão com a natureza e também para aproveitá-lo como ferramenta de auto-conhecimento. Muitas vezes reclamamos da situação do planeta, dos nossos governantes e de tudo que acontece, mas a mudança começa a partir do nosso interior, só quando nós mudarmos realmente a nossa forma de nos relacionar, indo para um estado mais harmônico é que veremos alguma mudança no mundo exterior. Então, sejamos nós a mudança que queremos ver no mundo como diria Gandhi.

E bora passarinhar, para meditar, nos curar e inspirar! Porque a observação de aves pode sim curar o planeta! 🙂

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s